James Gunn explica nome do Senhor das Estrelas em Guardiões da Galáxia - warrockforfun

Header Ads

James Gunn explica nome do Senhor das Estrelas em Guardiões da Galáxia

Durante a quarentena, James Gunn aproveitou para fazer uma sessão comentada de Guardiões da Galáxia em seu Twitter. Com isso, o diretor e roteirista soltou algumas curiosidades divertidas sobre o filme de 2014. Alguns dos destaques ficam para as justificativas por trás das ações e atitudes dos personagens, como Peter Quill (Chris Pratt). Segundo o cineasta, o personagem tem motivo para insistir que usem o nome Senhor das Estrelas: “As pessoas não comentam muito o fato de Quill ser tão insistente no uso de Senhor das Estrelas porque esse apelido foi dado por sua mãe”, explicou. Além disso, Gunn também falou que Quill não retorna para a Terra após os eventos de Vingadores: Ultimato porque associa o planeta inteiramente ao trauma de perder sua mãe quando criança.



Outros destaques ficam para a linguagem de Groot (Vin Diesel). Enquanto isso é indicado no segundo filme, Gunn afirma que, na verdade, o personagem é um verdadeiro boca suja, usando palavrões como vírgulas. Uma cena, que não chegou a ser inclusa no longa, traria Rocket Raccoon (Bradley Cooper) confrontando o colega sobre seu palavreado (e usando muitas ofensas no processo).


Falando em Rocket, o diretor reforçou como o personagem será importante para Guardiões da Galáxia Vol. 3, dizendo que “Rocket é uma parte grande do que acontecerá no futuro. Muitas dessas coisas, como as cicatrizes que vemos nas suas costas, preparam nossos planos para ele durante todo esse tempo [...] A solidão de Rocket e sua falta de carinho estão no centro da franquia para mim [...] E, acima de tudo, a trilogia é sobre um grupo de excluídos que passaram por traumas na infância - com exceção de Drax, que é único com relação positiva com quem o criou”.



Guardiões da Galáxia vol. 3 ainda não tem previsão e sequer foi anunciado entre os lançamentos da Fase 4 do MCU. O longa foi adiado após a decisão do presidente do Walt Disney Studios, Alan Horn, de demitir James Gunn por causa de tweets antigos do cineasta. O executivo voltou atrás depois de uma série de encontros com Gunn e o pedido de desculpas público dele.

Nenhum comentário